Sexta 30 Setembro 2016

Histórias do Bertelli

Voo Noturno

Uma noite decolamos em três aviões, eu com J3, Celestino com o HL 1 e o Bruno Ferri com CPAe. O programa era ir até Itu, sobrevoar a cidade. O equipamento de vôo noturno era um farol de pilha que cada um tinha, pois a noite era escura e nós íamos em vôo de grupo.

O programa era esperar um monte de automóveis correndo para o campo e nós dávamos o fora, voltando para Sorocaba. Mas acontece que o Celestino com o HL 1 vai para o lado do campo e eu o acompanho, ele faz a tomada de pista, eu fiquei danado, não era para aterrar, ele pousa eu pouso. Logo atrás e quase em cima de mim vem o Bruno Ferri, eu vou logo dando uma bronca no Celestino, que não era para aterrar. Me responde ele: “perdi uma vela”.

Em 1944, minha ligação com o Aeroclube de Rio Claro. Rio Claro ainda não tinha o Bucker, mas tinha o Bichinho que era do Pagoto. Fui várias vezes voar no Bichinho. Gostava dele e pus na cuca do Celestino que deveria comprá-lo. Celestino fez o negócio com o Pagoto e eu levei o Bichinho embora de Rio Claro para Sorocaba.

No dia seguinte, na primeira decolagem do Celestino com o Bichinho, deu pane na decolagem no fim da pista e em cima do mato, Celestino não tinha nada que fazer na hora e, naturalmente não sabia o que fazer, simplesmente segurou o Bichinho lá em cima a uns 10 metros de altura.

Leia mais...

Parceira do Site

Área de Login

Se logue para ter acesso ao conteúdo.

Obrigado por visitar o Site do Treinamento. Duvídas ou sugestões clique em Fale Conosco.

Rio 50 Graus

Clique e participe do grupo de controladores!!!

Teamspeak

Virtual Airlines

Aniversário: 14 anos de Academia